Cérebro

Coleção: 11

Função:

 O órgão, matriz do sistema nervoso que está localizado dentro do crânio nos seres humanos, é o principal centro de regulação e controle das atividades corporais: sede da consciência, do pensamento, da memória e da emoção. É ele, portanto, que permite ao homem identificar, perceber e interpretar o mundo que o rodeia. 

Descrição

          Consiste de dois hemisférios (direito e esquerdo) que apresentam, em sua camada externa substância cinzenta que é constituída principalmente por corpos neuronais e fibras amielinicas. Essa camada é o córtex cerebral.

         Na base de cada hemisfério cerebral, existem pequenos aglomerados de substância cinzenta chamados de núcleos da base. Os núcleos da base são: caudado, corpo amigdaloide, lentiforme, putame e globo pálido, claustro e substância basal de Meynert.

          Entre os núcleos da base e o córtex há a presença de substância branca, que são tratos de fibras nervosas mielínicas. Há tratos entre as diferentes regiões do cortex e ainda entre outras regiões do encéfalo ou entre os lados do encéfalo (tratos comissurais). Dentre os principais tratos comissurais está o corpo caloso que conecta os hemisférios entre si e permite a troca de informações entre eles.

         A superfície do cérebro apresenta várias saliências chamadas giros ou circunvolunções, separadas por sulcos ou fissuras. Essas dobras permitem a existência de uma área muito maior de córtex.

         O cérebro pode ser ainda dividido em regiões chamadas de lóbulos: parietal, frontal, occiptal, temporal e o da ínsula.

         As limites desses lobos nem sempre são anatômicamente determinados. Dividindo o lobo frontal do lobo parietal está o sulco central.  Entre os lobos pariental e occipital, a divisão é uma linha imaginária, entre os limites dos dois ossos, na calota craniana. Entre os lobos occipital e temporal, da mesma forma. Entre o lobo temporal e os lobos frontal e parietal há o sulco lateral do hemisfério cerebral.

          O sulco central é regular, ou seja em todos os indivíduos ele está presente. Adiente desse estáio giro pré-central e imediatamente atrás está o giro pós-central. O giro pré-central relaciona-se ao desempenho de funções motoras e o pós-central, de funcões sensitiva.